Marcar consulta
Marcar consulta
Marcar consulta

Neuroma acústico

Neuroma acústico

Pessoas diagnosticadas com um tumor neural (cranial) no cérebro – neuroma acústico, têm hoje à sua disposição diversas opções eficientes de tratamento. A escolha do método correto de tratamento depende de cada situação em particular. Para que nossos especialistas possam prescrever o melhor método para você, precisarão avaliar o estágio da doença, o grau de agressividade do tumor, verificar os exames anteriores e eventuais tratamentos já realizados.

O SRC oferece tratamento para neuromas acústicos (neurinoma) com a máquina robótica de última geração CyberKnifeⓇ M6. O neurinoma é tratado com radiocirurgia, sem intervenção cirúrgica, anestesia ou perda de sangue.

Tratamento passo a passo de tumores na cabeça com CyberKnife® M6

Como podemos ajudá-lo se você foi diagnosticado com um neuroma acústico?

  • Após a inauguração do SRC em 2015, passamos a oferecer o mais avançado sistema não-invasivo de tratamento de neuromas com o sistema robótico CyberKnifeⓇ M6 de aplicação de radiação;
  • A radiocirurgia com a CyberKnifeⓇ M6 assegura 98% de controle do tumor, além de minimizar efeitos colaterais;
  • Nossa equipe possui especialistas altamente qualificados (otorrinolaringologista, neurocirurgião, radiologista especialista em neurologia, oncologista especialista em radiosurgery) para o diagnóstico e tratamento de neuromas acústicos;
  • Cada caso é individualmente analisado pela equipe e submetido a uma junta médica;
  • Os mais avançados métodos de diagnóstico de neuromas acústicos, por exemplo VHIT (video head impulse test), ressonância magnética com equipamento de 3 Tesla e tomografia computadorizada de 64 fatias estão disponíveis para o paciente;
  • Nossos especialistas possuem também profundos conhecimentos dos tratamentos convencionais de neuromas acústicos e possuem mais de 20 anos de experiência nestes tratamentos;
  • Nossos especialistas usam as mais recentes técnicas especificadas pelas maiores associações profissionais da Europa e seguem protocolos estritos para o tratamento de neuromas acústicos;
  • Nossos resultados ao longo dos 3 últimos anos correspondem àqueles dos melhores centros europeus, tanto em termos de eficiência quanto de segurança.
  • O principal objetivo de nossos especialistas é oferecer a você os melhores métodos de diagnóstico e tratamento.

Clique aqui e nossos especialistas irão ajudá-lo a entender seu problea e encontrar a melhor solução para o seu caso.

 

Tratamento de neuroma acústico – dois anos antes e agora

Pacientu atsauksmes un ārstēšanas rezultāti

Métodos de tratamento de neuromas acústicos

Historicamente, três métodos estiveram disponíveis para o tratamento de neuromas acústicos:

  • Neurocirurgia;
  • Radioterapia ou radiocirurgia;
  • Acompanhamento frequente.
Acompanhamento do neuroma acústico

Tumores menores do que 5 mm raramente causam efeitos importantes e, portanto, um acompanhamento através de ressonância magnética a cada 6 meses é o suficiente.

Tratamento do neuroma com a CyberKnife

Caso o neuroma continue a crescer e atinja 10 a 20 mm de diâmetro ou o paciente tenha queixas importantes relativas a um tumor de tamanho menor, a melhor opção é a radiocirurgia, permitindo a aplicacão de uma alta dose de radiação ao tumor com impacto mínimo nos nervos e tecidos cerebrais adjacentes.

A radiocirurgia é comumente utilizada em caso de recorrência do neuroma e onde os tecidos tumorais permanecem após uma cirurgia convencional, quando é impossível a completa remoção destes tecidos.

O objetivo da radiocirurgia é impediro o crescimento do neuroma. Frequentemente, após 2 anos da radiocirurgia, pode-se perceber uma redução de 20-25% a massa do tumor, comparativamente ao seu estado antes do procedimento. Independentemente da eficiência do método e da precisão da aplicação da radiação de diferentes equipamentos de radiocirurgia, tanto os efeitos colaterais quanto os resultados variam. A maior desvantagem do método é a lenta diminuição do tamanho do tumor, o que ocorre num período de 1 a 3 anos após a terapia, e, portanto, os efeitos diminuem com a mesma velocidade.

  • Os efeitos colaterais mais comuns após a radiocirurgia são:
  • Enfraquecimento do nervo facial e trigemina ou neuropatia;
  • Zumbidos no ouvido;
  • Problemas de equilíbrio e tontura.

Para que o efeito da radiocirurgia seja máximo e reduza ao máximo o tamanho o tumor, além de minimizar os efeitos colaterais, é importante utilizar os mais avançados métodos de diagnóstico para o planejamento da radiocirurgia: equipamento de ressonância magnética de 3 Tesla e tomografia computadorizada com um mínimo de 64 fatias, que asseguram a aplicação de radiação com precisão melhor do que 1 mm.

Neurocirugia de neuroma acústico

Neurocirurgia ou microcirurgia são rotineiramente escolhidas como opção devido ao tamanho do tumor se:

  • Ele pressiona o cerebelo;
  • O tumor possui forte efeito de massa;
  • A estrutura do tumor é cística ou contém líquidos;
  • E/ou o paciente apresenta sintomas que estão se tornando insuportáveis.

Comparadas a neurocirurgias realizadas no começo do último século, a mortalidade caiu de 73% para 0,5%. Entretanto, deve-se ter em conta que a cirurgia pode ocasionar efeitos colaterais severos:

  • Perda total da audição no lado operado;
  • Danos ao nervo facial que levam à deformação do rosto em um lado;
  • Dormência moderada na face, que tende a desaparecer em 80% dos casos após um ano;
  • Dores de cabeça permanentes;
  • Em 5% dos casos é observada recidiva, especialmente se o tumor cresceu para estruturas ósseas e não pode ser removido totalmente sem causar problemas;
  • Acumulação de fluido cerebroespinhal na área operada, meningite e refluxo de fluido cerebroespinhal são efeitos colaterais normalmente associados ao pós-operatório.

Vantagens do tratamento com a CyberKnife

Alta eficiência e segurança

A radiocirurgia robótica com a CyberKnife M6 é um método seguro e eficiente baseado em testes clínicos e aplicado há mais de 15 anos.

Resultados comprovados

Os resultados terapêuticos esperados são baseados em testes clínicos quantitativos e qualitativos, com eficiência comprovada em acompanhamento de pacientes por mais de 15 anos;

Em 97% dos casos onde o neuroma acústico é tratado com a CyberKnife, o tumor pára seu crescimento ou tem seu tamanho reduzido em 20-25% em até dois anos;

Ao se utilizar a CyberKnife para o tratamento de neuromas acústicos pequenos e médios, não há necessidade de recuperação prolongada ou reabilitação após a terapia, efeitos colaterais tendem a ser menores que aqueles causados pelos efeitos do tumor e podem ser controlados com tratamento médico

Procedimento indolor

O crescimento do neuroma acústico é interrompido sem intervenção cirúrgica, sem dor, sem necesidade de reabilitação, com precisão melhor do que 1 mm, com redução enorme de erro humano e risco mínimo de efeitos colaterais.

Proteção do tecido saudável

Uma dose máxima de radiação é aplicada diretamente ao tumor, de diversos ângulos diferentes, com precisão melhor do que 1 mm, permitindo ao acelerador linear do sistema CyberKnife M6 atingir ao alvo e minimizando a exposição dos tecidos vizinhos.

Conforto durante o procedimento

O paciente deita-se na maca e respitra normalmente durante a radiocirurgia. O sistema detecta até os menores movimentos do paciente e ajusta-se automaticamente. Por questões de aumento da segurança, uma máscara leve de material termoplástico é utilizada durante o tratamento e, normalmente, não causo nenhuma sensação desagradável. Ao contrário de outros métodos de radiocirurgia, como a Gammaknife, não é necessária a utilização de suportes estereotáticos ou máscaras de fixação.

Pode ser combinado com terapias convencionais

Caso um neuroma acústico tenha sido detectado onde ele já causa sérios problemas, a radiocirurgia robótica pode ser combinada com microcirurgia, reduzindo, assim, os efeitos de massa em outras partes do cérebro.

Caso haja risco de recidiva após uma cirurgia previamente realizada ou tenha sido impossível a total remoção do tumor, o tecido tumoral remanescente pode ser tratado com a CyberKnife.

Melhora da qualidade de vida

A maioria de nossos pacientes não têm mais os sintomas da doença após dois anos da radiocirurgia e estão satisfeitíssimos com sua opção.

A radiocirurgia com a CyberKnife proporciona maior bem-estar aos pacientes, já que trata o tumor de maneira eficiente e confortável, sem afetar sua qualidade de vida.

Volta para casa no mesmo dia

A radiocirurgia com a CyberKnife é um tratamento ambulatorial. Após o procedimento você pode ir para casa no mesmo dia e nenhuma internação é necessária.

Custos previsíveis

A imprevisibilidade de custos relacionados às doenças pode deixar seu orçamento vulnerável:

  • Caso você necessite de um diagnóstico, pode ser que tenha que esperar muito por uma ressonância ou pelo diagnóstico dos médicos;
  • Uma neurocirurgia convencional pode custar muito no pós-operatório ou reabilitação, custos estes normalmente não cobertos por planos de saúde;
  • Honorários médicos nebulosos;

Estas são questões que elevam o nível de estresse do paciente, levando à ansiedade em um período da vida em que a doença é muito presente.

Nós sempre tentamos ser muito precisos e transparentes quando orçamos nossos serviços de diagnósticos e terapia.

Entretanto, caso você tenha alguma dúvida sobre nossos custos, por favor pergunte aos nossos consultores de atendimento aos clientes.

Veja aqui a nossa lista de preços.

Tratamento de tumores na cabeça com a CyberKnife

Primeiro passo: consulta e avaliação das opções de tratamento

Para avaliarmos a eficiência do tratamento de tumores na cabeça com a CyberKnifeⓇ M6, podemos oferecer uma consulta gratuita online, uma vez que estejamos de posse dos exames e outros dados do paciente.

Para solicitar uma consulta gratuita, por favor envie-nos os seus dados pessoais e imagens pelo formulário de contato e upload encontrado aqui.
Os dados necessários para nossa avaliação são:
• Imagens de ressonância magnética em formato DICOM enviados para nós por upload em nosso site (veja link acima), preferencialmente realizada há menos de 4 semanas.

Consultas presenciais no SRC
A possíveis táticas de terapia, efeitos colaterais e a terapia em si são explicadas nas consultas, sejam presenciais ou online. As imagens enviadas são explicadas em detalhe.

Junta de avaliação do tumor
As leis da Letônia estipulam que as táticas de tratamento de cada paciente sejam examinadas por uma junta médica multidisciplinar que consiste em um neurocirurgião, oncologista radioterapeuta e um radiologista. O médico encarregado do caso apresenta suas conclusões e exames à junta. Caso necessário, o pciente pode ser convidado à audiência com a junta para a discussão dos diferentes aspectos do tratamento com os membros da junta.

Passo 2: topometria
Passo 3: definição do plano de tratamento específico do paciente
Passo 4: procedimento de radiocirurgia com a CyberKnife
Passo 5: pós-tratamento

Tumor cerebral – neuroma acústico

Tumor no cérebro

Há mais de 40 tipos de tumores que podem aparecer no cérebro ou na medula. Eles são divididos em dois grupos, dependendo da agressividade do tumor:

  • tumores benignos (tumores anaplásticos de Graus I ou II)
  • Tumores malignos (tumores anaplásticos de Graus III ou IV)

Tumores benignos crescem lentamente, ao longo de muitos anos e raramente espalham-se para for a dos limites dos tecidos onde se originaram (por exemplo, meningiomas, adenomas de pituitária, schwannomas). Ao contrário de tumores benignos, tumores malignos crescem rapidamente e normalmente infiltram-se em estruturas de outros tecidos e podem espalhar-se para outras áreas do cérebro ou coluna vertebral. Os mais comuns são os astrocitomas anaplásticos, oligodendrogliomas, glioblastomas e gliomas, com estruturas combinadas. Tumores originários do cérebro são chamados tumores primários. Estes tumores podem espalhar-se para outras áreas do cérebro e da coluna vertebral, mas raramente invadem outras partes do corpo.

Estes são os tumores de ocorrência mais frequente, em ordem descendente:

  • Astrocitomas anaplásticos e gioblastomas (38% de todos os tumores cerebrais)
  • Meningiomas (27% de todos os tumores primários)
  • Tumores da pituitária
  • Schwannomas
  • Linfomas do cérebro
  • Oligodendrogliomas
  • Ependimomas
  • Astrocitomas anaplásticos de baixo nível
  • Meduloblastomas

Um tumor originário de outra parte do corpo e que se espalha para o cérebro é chamado de tumor metastático cerebral (secundário). Tumores metastáticos são mais comuns que os primários. Em até 50% dos casos, os tumores metastáticos do cérebro são causados por câncer de pulmão. Também os melanomas, câncer de seio, de colon, renal, nasofaringeal e outros podem causar esta metástase.

O que é neuroma de nervo acústico?

Neuromas do nervo acústico são tumores de crescimento lento, benignos e que aparecem na base do crânio, formando-se a partir da bainha do nervo acústico ou vestibulococlear. Os tecidos do nervo acústico são chamados de células de Schwann, derivando daí o termo médico do neuroma – schwanoma vestibular. Neuromas basicamente danificam o nervo acústico na seção entre o ouvido interno e o cérebro e influenciam as funções dos sistemas acústico e vestibular.

O neuroma acústico é um tumor benigno e não invade estruturas de outros tecidos e não apresenta metástases. A maioria dos pacientes são diagnosticados com neuroma em um lado da cabeça. Entretanto, em aproximadamente 6% dos pacientes, eles podem aparecer nos dois lados da cabeça ao longo de sua vida. Mais frequentemente esta situação acontece no caso de neurofibromatose (distúrbio congênito).

Fatos sobre o neuroma acústico

É um tumor da bainha do nervo vestibulococlear;

Diagnosticado entre os 45 a mais de 80 anos de idade, mais frequentemente por volta dos 50 anos;

Detectado em 1 a cada 100 mil pessoas na média;

Representa 6% de todos os tumores primários na cabeça;

Após uma neurocirurgia de um neuroma acústico:

  • 0.5% de mortalidade pós-operatória;
  • Em 25% dos casos — complicações no nervo facial;
  • Em 26% dos casos — outras complicações pós-peratórias;
  • Recidiva após 3 a 4 anos;
  • Há casos de pacientes que realizaram de 3 a 4 cirurgias durante seu tempo de vida.
Sintomas do neuroma acústico

Os sintomas dependem do tamanho e de sua posição no nervo acústico. Os sintomas mais frequentes são:

  • Audição prejudicada e perda rápida da audição são os principais sintomas pelos quais os pacientes primeiro procuram um otorrinolaringologista;
  • Em aproximadamente 80% dos casos os pacientes escutam ruídos estranhos – chiados, zumbidos e sinos;
  • Tonturas podem causar problemas de equilíbrio ou enjôos, reportados com frequência;
  • Algumas vezes os pacientes reclamam de dores de cabeça, especialmente pela manhã após levantarem-se, bem como quando tossem;

Caso o neuroma tenha crescido o suficiente, ele encosta e comprime também outros nervos faciais;

  • Pacientes podem reclamar de formigamento ou anestesiamento em um lado da face e alterações visuais também podem ser notadas, como caimento da pálpebra e canto da boca;
  • Em alguns casos também foram notados problemas de visão ou dificuldades em engolir, relacionados à compressão de certo nervos;
  • Caso o cerebelo seja comprimido devido ao tamanho do tumor, dores de cabeça resultante do efeito de massa e aumento da pressão intracraniana podem tornar-se insuportáveis e levar a disorientação e vômitos.
Diagnóstico

Neuromas acústicos são normalmente detectados quando pacientes reclamama de rápida e progressiva perda de audição, tonturas ou dores de cabeça. Uma pessoa tende a apresentar mais esta doença caso algum membro de sua família, como pais ou avós, apresentem este quadro ou neurofibromatose.

Caso uma ressonância magnética seja feita apropriadamente, é possível detectar um tumor de 1 a 2 mm de tamanho. Entretanto, os tumores mais facilmente encontrados têm tamanho maior que 5 mm.

Pode-se recomendar outros exames ao paciente que são relacionados a este diagnóstico:

  • Avaliação da função auditiva – audiograma;
  • Avaliação do sistema vestibular – vestibulograma; ou
  • Avaliação combinada (VHIT – video head impulse test)

2020 - © Consilium Veritas